11/12/2018
Ata nº 226

Reunião Ordinária do Conselho de Administração e Diretoria Executiva 


Data: 07/11/2018.


Ata nº 226.


Itens tratados: 


1. Leitura da Ata 225 de 10 de outubro de 2018 e do respectivo resumo para o Site.


A citada ata e o resumo foram aprovados pelos presentes na reunião.


2. Baile 2018.


O baile ocorreu em 26 de outubro. O Presidente Gilberto apresentou os valores gastos nos últimos três bailes. Os gastos do baile de 2018 ficaram dentro do valor orçado, sendo que o total líquido dispendido foi de R$ 56.135,48. A avaliação do Baile foi muito boa no geral. A média de pessoas que vão ao baile, nos últimos anos, é de 160 pessoas. O Vice-presidente Lindau já tratou com o Clube Leopoldina Juvenil o baile de 2019, que será no Salão Imperatriz, tendo obtido um grande desconto. O baile será no dia 25/10/2019 (data do aniversário da AECEEE) e valor cobrado, R$ 7.440,00. Ficou acertado que no próximo baile não haverá banda sendo contratado um DJ. No lugar da banda será providenciado o convite e a contratação do artista e sócio do antigo Sgt Peppers, o João Antônio, que já se apresentou no baile de 2016 na Germânia e foi muito bem avaliado pelos sócios.


3. Fundação CEEE.


Houve um convite do presidente da Fundação, Sr Rodrigo para que as presidências das  entidades participassem de uma apresentação no dia 05 de outubro onde seriam abordados diversos assuntos. Participaram pela AECEEE, o Presidente Libório e o Vice-presidente Lindau. O primeiro assunto abordado foi sobre a necessidade de reenvio ao Governador eleito Leite da carta do ano passado entregue ao Governador Sartori, emitida pela ex-presidente Janice, na qual a Fundação CEEE se apresentou como a maior credora do Grupo CEEE. Após o Sr. Rodrigo apresentou o valor atual das dívidas do Grupo CEEE com a Fundação CEEE. Expôs também que a Empresa CEEE-GT repassa os valores mensais das contribuições em dia, mas que a CEEE-D mantém um atraso de 3 meses, com multa financeiramente vantajosa conforme previsto no contrato. Existe uma reforma estatutária da entidade já aprovada na Diretoria que se encontra em análise no Conselho Deliberativo. Comentou que a Fundação CEEE tem que ser auto-sustentável necessitando ampliar sempre o número de participantes. Neste sentido foi criado o Plano Família Previdência. Existe a proposta de trocar o nome da entidade, pois com o nome de Fundação CEEE, para quem não conhece a entidade e tem conhecimento da situação da CEEE, fica com dúvidas gerando dificuldades de adesão. O novo nome sugerido seria Família Previdência, nesta hipótese mudaria somente o nome permanecendo o mesmo CNPJ. Também foi exposta a necessidade da venda de todos os imóveis da Fundação determinada pela Previc. Existe um prazo de 11 anos para vendê-los ou colocá-los em um Fundo Imobiliário. O Conselheiro Albano questionou quem vai gerir o patrimônio da instituição em caso da privatização das empresas do Grupo CEEE. Hoje o Grupo CEEE, por possuir o maior patrimônio e participantes, indica a maioria nos Conselhos. A RGE e a AES-Sul possuem uma indicação cada. No caso de privatização as detentoras do maior patrimônio continuarão designando os Conselheiros. Na proposta de reforma será extinto um diretor e todos os suplentes para os Conselhos Deliberativo e Fiscal. Pela Legislação a reunião do Conselho Deliberativo acontece quando quatro conselheiros estão presentes. Hoje o Conselho Deliberativo é composto de 6 Conselheiros titulares e 6 suplentes, o que acaba repercutindo nos altos custos administrativos da entidade. Se porventura os chineses comprarem o Grupo CEEE, eles estariam no comando, pois teriam maioria de conselheiros indicados. Lembrando sempre que só pode ser Conselheiro, o participante com mais de 5 anos de contribuição. Na proposta de redução na diretoria caberá ao diretor eleito a gestão da área de Seguridade. A análise da reforma estatutária sugerida está pautada para a próxima reunião do Conselho Deliberativo, que será no dia 12 de outubro. Ficou acertado que o grupo das Entidades, com a participação da Fundação CEEE, representada pelo seu Presidente, tentará agendar uma reunião junto a equipe do futuro governador Leite para reapresentar a carta de 2017.


4. Governo RS 2019/2022


Os Sindicatos estão tentando marcar uma reunião com o futuro governador eleito. Sobre a venda do Grupo CEEE, Foi comentada a possibilidade de passar o plebiscito ainda neste ano de 2018.


5. Assuntos Gerais


Foi comentada a situação dos processos trabalhistas. O processo da FG Incorporada está em cálculo final devendo ser encerrado no primeiro semestre de 2019. O processo do Cálculo de Férias passou na 2a instância. A reunião do PPR é amanhã. Se a CEEE não oferecer nada, deve ser ajuizada ação pelos Sindicatos.




Desenvolvido por Graphos e MBA Comunicação