27/11/2018
S&P Global Platts: desempenho do setor elétrico vai depender da retomada da economia

A reação do setor elétrico à eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República foi positiva, uma vez que sua agenda aparenta ser favorável à promoção comercial e ao desenvolvimento do mercado de energia. O desempenho do setor e uma recuperação da demanda por energia, contudo, vão depender da retomada da economia brasileira, avalia Bruno Brunetti, diretor-geral do segmento global de energia da S&P Global Platts. Com base nos dados de demanda de energia medidos até 24 de outubro, a S&P Global PlattsAnalytics acredita que as tendências de demanda no Brasil continuam enfraquecidas. Pelos cálculos da consultoria, o crescimento da carga desacelerou de uma alta anual de 1,8% em 2017 para algo em torno de 1,3% neste ano. Do lado da oferta, a aposta de Brunetti é na energia eólica, que tem uma posição já forte no Brasil e deve se fortalecer ainda mais. Ao mesmo tempo em que a fonte eólica ganha força, Brunetti avalia que as termelétricas a gás devem ser cada vez mais presentes na matriz econômica do país. (Valor Econômico – 23.11.2018)



Desenvolvido por Graphos e MBA Comunicação